terça-feira, outubro 11, 2005

Amigos...




Ele tem 36 anos.
Os Amigos, com letra grande, contam-se pelos dedos de uma mão.
Cada vez menos.

Interroga-se porque será.
Não se fecha ao mundo e procura novas amizades.
Será o mundo que se está a transformar? Deve ir atrás?
Deve continuar a fazer amigos, ou deve simplesmente desistir e concentrar-se na familia?

E vocês? Quantos Amigos com Letra Grande têm?

21 Comments:

Blogger As Musas said...

Os meus contam-se pelos dedos da mão e dou graças por isso. Porque amigos verdadeiros são aqueles que damos todo o nosso amor e ele é retribuido, são aqueles que estão sempre presentes ( e o presente não quer dizer estar ao lado) para dar conselhos, "ralhar" connosco quando é preciso, dar as mãos, brincar, enfim.... aqueles que temso a certeza que podemos sempre contar.
E cada vez acredito mais no lema: poucos mas bons!

8:44 da manhã, outubro 11, 2005   Edit
Blogger ângela said...

os meus tb se contam pelos dedos de uma mão. e ainda bem.

8:58 da manhã, outubro 11, 2005   Edit
Blogger A. Ferreira said...

pois... há quem não os conte... ahhh, já podes ir ver a "história" dos maridos. Abraço!

9:16 da manhã, outubro 11, 2005   Edit
Blogger zm said...

Acho que a mim uma mão não chega. Tenho alguns amigos fantásticos.
Um abraço.
ZM

9:41 da manhã, outubro 11, 2005   Edit
Blogger Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras said...

Essa é a melhor das realidades e é com este optimismo que devemos olhar para ela. De facto, a idade traz-nos essa vantagem e essa certeza: a de sabermos que os amigos que temos se contam pelos dedos de uma mão, mas que esses são os melhores amigos, os que se podem chamar de tal nome e com letra maiuscula.
Mas a sociedade em que vivemos não contribui para a fomentação da amizade mas sim a do umbigo, pelo que aqueles que, como nós ainda se podem orgulhar de dizer que têm amigos...são pessoas muito felizes.Não acham?

9:42 da manhã, outubro 11, 2005   Edit
Blogger Quica said...

Amigos, daqueles com A muito grande, não tenho muitos. Diria mesmo que são um par deles mas, tenho a certeza de que o são mesmo. Depois, tenho alguns amigos. Sei que posso contar com eles mas, quando querem. Conhecidos, muitos. Com esses nunca conto.
Quantidade não é sinónimo de qualidade...
Bj amigo

10:08 da manhã, outubro 11, 2005   Edit
Anonymous cristina said...

E melhor pouco, mas amigas sinceros e francos !
Bj

11:05 da manhã, outubro 11, 2005   Edit
Blogger sónia said...

Poucos, mas muito, muito bons! :)

11:31 da manhã, outubro 11, 2005   Edit
Blogger Lucyta said...

amigos com "A"... Os dedos de uma mão chegam e sobram pra contar os meus...

11:35 da manhã, outubro 11, 2005   Edit
Blogger Mocho Falante said...

Eu conto pelos dedos e ainda sobram, poucos mas muito bons...

Mas a verdade é que continuo à procura de candidatos para os dedos que me ficaram livres e gosto dessa busca acredita!!!

12:47 da tarde, outubro 11, 2005   Edit
Anonymous Fotografador said...

Esperemos que com aposta (eh eh eh, a aposta...) que vem sendo feita no ensino da Matemática, as próximas gerações não precisem de usar os dedos para contar os Amigos. Cálculo mental...puro cálculo mental, é o mínimo que se pede. E, ao que parece, só preciso contar até cinco, caramba!
Fotografador | Contra-indicado

12:58 da tarde, outubro 11, 2005   Edit
Blogger Desconhecida said...

Desistir nunca,´pode ser um problema concentrar-se na familia, pois a familia sem amigos, acaba por desmoronar.
Adoro os meus amigos e não os troco por nada no mundo. Se realmente o são, estão connosco quando precisamos.

1:09 da tarde, outubro 11, 2005   Edit
Blogger NS said...

Amigos há poucos.. Uma vez ouvi o António Macedo dizer que Amigos verdadeiros ao longo duma vida de 70 anos havia 5-6.
Eu concordo com ele.

Mas há também os amigos no geral, as pessoas com quem mantemos relações habitualmente, saímos, jantamos fora, etc. mas no entanto uma separação não custa, o fim desse relacionamento não custa. E aí, há quem tenha mais facilidade em fazer muitos desses amigos - os extrovertidos e quem tenha dificuldade/prefira não os fazer - os introvertidos - reservados.

Tambem depende da forma como cada um se sente quando está só.

E um Homem, se por casualidade, for reservado e perder todos os amigos ao 36 anos, o que pode acontecer, tem na nossa sociedade uma saída: O associativismo/voluntariado.

4:41 da tarde, outubro 11, 2005   Edit
Blogger mj said...

Como todos os “azenhas-leitores” que estão a deixar comentário, também consigo contar os verdadeiros amigos com os dedos da mão. São poucos e muito queridos.
A minha experiência me diz que os melhores amigos não são sempre aqueles amigos da infância, tenho feito alguns bons AMIGOS nos últimos anos.

4:46 da tarde, outubro 11, 2005   Edit
Blogger Viuva Negra said...

como o comum dos mortais, milhares de conhcidos, mas amizade a valer , acho mesmo meia dúzia!

Lá diz o ditado, poucos mas bons.

8:20 da tarde, outubro 11, 2005   Edit
Blogger trintapermanente said...

todas as interrogações que deves fazer são sempre a ti próprio. o que nos acontece é sempre consequencia nossa. o que deves ou não fazer só tu saberás.
amigos tenho poucos, muito poucos.

9:52 da manhã, outubro 12, 2005   Edit
Blogger Lala said...

Nenhum. É triste não é? Se calhar centrei-me no facto de ter 6 irmãos e considerá-los os melhores amigos. Mas fazem falta, fazem pois. Há coisas só dos melhores amigos. Não se vendem, pois não?

10:01 da manhã, outubro 12, 2005   Edit
Blogger Cabral-Mendes said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

1:31 da manhã, outubro 13, 2005   Edit
Blogger Silêncios said...

Poucos...
Fiquei parada a pensar...poucos, sim.Mas é importante lembrar, que se não o formos para nós primeiro,não o saberemos ser para os outros
Voltarei...

4:26 da tarde, outubro 15, 2005   Edit
Blogger mc said...

Sem querer entrar nos cliches habituais, os amigos são aqueles que sabemos que podemos não ver durante meses, não falar durante dias mas que estão lá para nós quando não conseguimos evitar as lágrimas. E quando não conseguimos parar de rir!
Esses são (e provavelmente devem ser) poucos!
Para lhes darmos todo o valor que têm...
E os meus merecem!!!

bjos da mc

11:53 da manhã, outubro 19, 2005   Edit
Blogger sem cantigas said...

os amigos contam-se?

6:08 da tarde, outubro 22, 2005   Edit

Enviar um comentário

<< Home