sexta-feira, outubro 14, 2005

Um dia de Pesca...

Batalha


A história que se segue foi publicada no
Pesca Em Portugal e foi escrita por Luis Batalha, um amigo e grande pescador da zona das Azenhas.

" Hoje sofri uma derrota pesada em que as condicçoes do terreno e o mar muito bravo não me ajudaram,levantei-me muito cedo ás 5.30 da manha, pois já sabia da pesca do dia anterior que andavam robalos nos meus pesqueiros habituais,preparei materiál para a boia e materiál para o fundo,meto tudo dentro da carrinha e vou tomár o pequeno almoço e sigo o caminho para os pesqueiros,após uma leitura do már leio que o már só dava para pescar ao fundo e nem todos os locais estavam de feição,dando umas voltas observo um fundão á frente de uma coroa de areia onde o már rebentava na coroa as suas ondas á volta de 4 metros nesse local o pesqueiro ficava a 60 metros de altura mas mesmo assim dirigi-me para lá sem hesitár,chego começo a montar uma cana de chumbadinha e outra de fundo,fáço um balde de engodo de sardinha e preparo uma outra cana de fundo de 5 metros com 0.50 na mestra e 0.60 no empate com um anzol 5/0 com dois filetes de sardinha inteiros atados com fio de silicone e lanço para a frente o mais que posso,meto a cana a pescár sozinha com o drag do carreto um pouco aberto e vou-me entreter com a da chumbadinha nos buracos,passada uma hora de pesca e de engodagem sinto uns toques na cana do fundo e tiro um robalote de 1.800 kg,repito a mesma iscada e com a força toda lanço o mais que posso,continuo entertido com a cana da chumbadinha e acendo um cigarro,quando olho para a cana de fundo estava toda a vergar-se e o carreto a soltár linha,pensei cá para comigo é preciso é calma tenho a rabeca,dirigo-me á cana agarro-a e sinto o peixe e noto pelas investidas muito fortes e o peso que se tratava do avô daquele robalote que tinha acabado de pescár,com calma dou linha ao peixe para que vá mais már adentro para meter a rabeca e não se enrolár á beira nas pedras marisqueiras fazendo assim desta forma não perder o peixe,quando o robalo está a uns 60 metros afastado das pedras abro a rabeca meto-a dentro da cana fecho-a e largo-a pela linha abaixo pensando se teria cordel que afinal era sufeciente,começo a enrolár e a desenrolár linha do carreto consoante o animál nadava e investia até o ver com a cabeça dentro da rabeca mas metade ficava de fora,pensei que quando puxa-se a asa da rabeca compensa-se e assim foi meti o animal dentro do cesto e começo a puxár pela corda da rabeca que começa a roçár pelas pedras mas vinha até que uma certa altura prendeu e eu largo um pouco e puxo outra vez mas tornava a prender até que o peixe enorme saiu-me da rabeca e ao cair abriu-me um anzol 5/0 acabei de perder um robalo á volta dos 9 kg pensei eu,mas antes ele cair á agua do que eu robalos á muitos e eu só tenho uma vida a falar sózinho e a praguejár enquanto cortava linha toda enrolada na rabeca,tambem a corda da rabeca toda desenrolada cheia de nós eu já suáva mas lá acalmei e repeti todo o método de como estava a pescár,lá fui ao balde atirei umas colheres de engodo e lanço a pesca da chumbadinha rente a uma pedra marisqueira e assim que caiu parecia que tinha acertado na cozinha zás um sargo velho com 1.500kg bem lá tirei o sargo sem rabeca veio bem a prumo e acendo mais um cigarro para acalmár,fáço mais um balde de engodo para os robalos com sardinha aos farrapos e quando olho para a cana de fundo a curvar-se toda e a dizer-me que sim senhor tens lá outro,eu benzi-me e pedi a DEUS calma e quando agarro na cana noto que devia ser irmão do outro pois
o comportamento o peso e as investidas secas eram inconfundiveis,pensei cá para comigo este vou tentar dar-lhe mais linha ainda e passá-lo para o lado esquerdo de sul,pois o pesqueiro alem de ser alto fazia uma escarpa avançada 15 metros para a frente com um caneiro de cada lado,estou cerca de 15 minutos com o peixe a vê-lo de vez em quando com a cabeçorra fora de água a abaná-la a ver se conseguia desprender o 5/0,até que o consigo meter do lado sul,eu já suáva e lá repeti a operação da rabeca e zás ele com a cabeça lá dentro e metade do corpo de fora,meto a cana entre as pernas e começo á pressa a puxar a corda da rabeca quando vem lá már grande e mete-mo dentro do caneiro deixando de o ver mesmo com os pés á beira da falésia,sinto-o mas não o vejo e penso em dar-lhe linha até o ver para observar se está lá dentro para o puxar mas estou ali com ele cinco minutos e nada não me saia do buraco do caneiro acabando por o már enrrolár-me a linha nas marisqueiras acabando de o perder,repito o desembaraço dos nós lanço apanho mais um robalote de 1.400 acaba-se a sardinha estou cheio da fome acaba-se o tabaco a água e penso volto amanha se o tempo e o már deixár,escondo as chumbadas para não ir carregado com elas mas vou carregado com um dia de pesca para esquecer."

Enquanto uns apanham o comboio, e outros procuram estacionamento, O Luís lutava com robalos. Tudo isto por aqui, pertinho das Azenhas...

Podem visitar o Site do Luis aqui.

Da minha janela, um bom fim de semana.
Luís, não foi um dia para esquecer, mas para mais tarde recordar.

17 Comments:

Blogger As Musas said...

Mas que aventura com robalos logo pela manhã.... há de tudo, eu costumo levantar-me às 6 da matina para passar a ferro lololololol

8:43 da manhã, outubro 14, 2005   Edit
Blogger IsaMar said...

belo peixão. O almoço tb deve ter sido delicioso; é calro se o cozinheiro for bom...
BFsemana

9:29 da manhã, outubro 14, 2005   Edit
Blogger maresia said...

ai que saudades de pescar robalões nas águas da Berlenga/Farilhões... este ano, o melhor que consegui foram uns safiozitos...

10:36 da manhã, outubro 14, 2005   Edit
Blogger maresia said...

não é brejeirice, é peixeirada lol

2:07 da tarde, outubro 14, 2005   Edit
Anonymous Anónimo said...

Curiosa e "fresca" história, mas mais curiosa ainda a foto.
Questiono-me acerca da luz: afinal quantos "Sóis" é que há?
Mas é uma maravilha, obrigado.
"Ainda terei..."
Vasco

4:52 da tarde, outubro 14, 2005   Edit
Blogger stillforty said...

Belo peixe!
Engraçada a história!
Passa na Outra Face. Já reabriu.
Bom fim de semana e beijos.

4:57 da tarde, outubro 14, 2005   Edit
Blogger A. Ferreira said...

eh eh eh, com o susto que apanharam aqueles robalos só param aqui na Costa Vicentina, vou preparar o material de pesca... Bom FDS!

5:16 da tarde, outubro 14, 2005   Edit
Blogger Cetus said...

Nunca pesquei na vida, e ultimamente o tempo para blogs é muito pouco, volto para a semana, um abraço

5:25 da tarde, outubro 14, 2005   Edit
Anonymous christina said...

Hum...Cheira bem este peixe!
Bom fim de semana ...O tempo passe rapidemente!
BJ
A santalina è muito bonita!

6:13 da tarde, outubro 14, 2005   Edit
Blogger Viuva Negra said...

5.30H e 6.00 são horas de não fazem parte do meu relógio, até fico doente, tais numeros ~para mim só existem no painel de embarque do aeroporto, logo não me levanto, porque não fui dormir heheheh

7:48 da tarde, outubro 14, 2005   Edit
Blogger saloia said...

The thing about fishing is that it is a ritual...man and fish...or woman and fish. There is also the bond that is formed when you go fishing with like say your dad like I used to do...waking at 4:30am to be in Plymouth Ma. (one hour from our house) and to go out to sea at 5:30 am on a boat with lots of fog, eating sandwiches hearing the other fishermen swear and thinking that baiting the hook with squid is really gross!
......
:DD
lots of fun
Saloia

9:21 da tarde, outubro 14, 2005   Edit
Anonymous paulo said...

Olá amigo, grande frenesim teve o Luis.Espero que na proxima ele leve uma ajuda...a "persistência" e "paciência" que tão bem é carateristica de quem pesca.
Um abraço deste seu amigo.
paulo

8:52 da manhã, outubro 15, 2005   Edit
Anonymous Mano said...

Como o Homem pode ser anfíbio e de pensar como um peixe.
Estranha osmose sem necessidade de nadar...

3:01 da tarde, outubro 16, 2005   Edit
Blogger Mocho Falante said...

Esta vida de marinheiro
Tá a dar cabo de mim.
nananananana

Bom fim de semana

:-D

PS: Vai um roabalito grelhado?

7:45 da tarde, outubro 16, 2005   Edit
Blogger João Scottex said...

Convido-te a visitares-me numa nova aventura - http://www.oteusofa.blogspot.com/, se puderes e quiseres, participa!
Abraços.

11:20 da tarde, outubro 16, 2005   Edit
Blogger Tino said...

Pá o Batalha é grande pescador e já tive o prazer de pescar com ele! O mundo é pequeno! Saudações mareadas :)

9:00 da tarde, outubro 21, 2005   Edit
Anonymous Anónimo said...

Opa,

Legal o Blog!!!

Se quiser compartilhar essas fotos com outros usuários, passe em www.fotosdepesca.com.br

abraços!!kwr

12:02 da manhã, dezembro 15, 2005   Edit

Enviar um comentário

<< Home