terça-feira, novembro 01, 2005

250 anos atrás...



O Terramoto de 1755 (em Portugal) ou Terremoto de 1755 (no Brasil), como ficou conhecido, aconteceu no dia 1 de Novembro de 1755 às 9h20m da manhã, resultando na quase destruição da cidade de Lisboa e de grande parte do litoral do Algarve. O sismo foi seguido de um maremoto que se crê terá atingido a altura de 20 metros e múltiplos incêndios, tendo feito mais de 100 mil vítimas mortais. Foi um dos mais mortíferos terramotos da história. Os geólogos modernos estimam que o sismo de 1755 atingiu 9 graus na escala Richter.

O terramoto teve um enorme impacto na sociedade do Século XVIII, em especial na estrutura política em Portugal, dando ocasião ao primeiro estudo científico do efeito de um terramoto numa área alargada, marcando o nascimento da moderna sismologia. O acontecimento foi muito discutido pelos filósofos iluministas, como Voltaire, inspirando importantes desenvolvimentos a nível da teodiceia e da filosofia do sublime.

Fonte Wikipédia.

Da minha janela... E se acontecer amanhã? Nunca se está preparado.

6 Comments:

Blogger João Scottex said...

O Terramoto e o "Tsunami" Tuga, a que hoje ninguém liga, por achar que não se vai voltar a passar!?
Pensamento muito Tuga, só acontece aos outros... Eu que no Algarve vivo há muito que falo que devia haver um plano de salvamento em larga escala, pq a acontecer aqui um maremoto teria concequências desastrosas, mas até o trabalho dos especuladores imobiliários faz pior???
Quase que dá vontade de desejar um terramoto seguido de maremoto!?
Abtaço.

12:09 da tarde, novembro 01, 2005   Edit
Blogger NS said...

Só para se ter uma ideia, o maremoto de há 250 anos chegou ao Marquês de Pombal

8:11 da tarde, novembro 01, 2005   Edit
Blogger Benjamim said...

:-)))))
"Quase que dá vontade de desejar um terramoto seguido de maremoto"
lindo

:-))))

12:36 da manhã, novembro 02, 2005   Edit
Blogger As Musas said...

Eu acho que nós, Portugueses, ultrapassamos tudo, mas às vezes não nos deixam trabalhar. Porque é que o Plano de Emergência não é conhecido da população?
Porque é que, em horário nobre, nas televisões, ou nos próprios telejornais, não se ensina todos os dias um pouco do que fazer "em caso de"?
É muito fácil, porque não fazer? Porque não ensinar?

9:55 da manhã, novembro 02, 2005   Edit
Blogger luisa lourenço said...

Na minha opinião, há muita coisa acerca deste tema que não é discutido e muito menos feito... Sabemos que muito se constrói com fraca protecção anti-sísmica; ouvimos dizer que a Baixa de Lisboa já não é segura devido às obras recentes que se têm feito; continua-se a construir onde não se deve; não se ensina as crianças a protegerem-se numa situação destas (existe mesmo livros para crianças com sugestões erróneas)... Só tenho receio que apenas no após se chegue à conclusão de que estamos num país do 3º mundo! Porque há soluções para atenuar os efeitos de um sismo: compare-se o número de vítimas num sismo de igual magnitude no Japão e na Turquia...

6:16 da tarde, novembro 02, 2005   Edit
Blogger Desconhecida said...

Não aconteceu!
Posso dizer-te que é um dos meus maiores medos, já senti 3 tremorzinhos, mas deu para pensar...

9:55 da tarde, novembro 02, 2005   Edit

Enviar um comentário

<< Home