segunda-feira, dezembro 12, 2005

Odeio este Natal...


Odeio este natal.
Odeio a confusão e obrigação em dar "uma lembrança" a familiares que só vemos nesta altura.
Os preços aumentaram, é dificil encontrar "uma lembrança" barata e o dinheiro esvai-se entre as mãos enquanto vageamos como zombis por centros comerciais e lojas chinesas em busca de mais um presente de que nos esquecemos.

Gosto do Natal do circo e da solidariedade.
Gosto de enviar e receber cartões e mensagens positivas.
Gosto do dar e receber.
Mas não podiam ser abraços?
Beijinhos?
Olhares calorosos?

Da minha janela, aquele abraço.

22 Comments:

Blogger Ahraht said...

Esse Natal é mesmo uma lástima.

A foto revela bem a exponencial de insanidade desta altura... até carros estão lá no meio.
Eu cá ofereço abraços, e beijos, e fotos...e brinquedos aos miúdos, porque o Natal é deles.

Aquele Abraço

9:37 da manhã, dezembro 12, 2005   Edit
Blogger Quica said...

Claro que podiam, digo mais, DEVIAM. Pois para ti, um beijinho muito grande neste Natal e que seja um tempo de Paz e Amizade partilhada.
Bom Natal

9:53 da manhã, dezembro 12, 2005   Edit
Blogger Álex said...

Pois esse Natal sucks! mas eu já estou farta de ouvir as pessoas a reclamarem sempre da mesma coisa,bolas, MUDEM! Mudem as regras, falem com as vossas familias e amigos e digam que mudaram as regras. Há tanta outra coisa que se pode fazer: este ano metade da familia dá e a outra recebe; ofereceçam só aos menores de...; sejam mais criativos ao pensarem nas prendas e ofereçam algo que sabem fazer, ofereçam bilhetes para 1 espectáculo, 1 boletim do Totoloto preenchido a nome deles, companhia para um passeio desejado, ofereçam/organizem uma reunião de amigos num cacilheiro e um pic-nic num dia de sol todos de gorro e casacão, etc,etc, etc SEJAM CRIATIVOS E OFEREÇAM COM AMOR

10:20 da manhã, dezembro 12, 2005   Edit
Blogger As Musas said...

OH não fales assim do natal, o natal é tão lindo, tu é que tens que fazer o teu natal... o teu puto deve de adorar, ou não? Quanto ao resto, às compras... olha vai fazendo durante o ano (como eu faço) e não dês tanto valor em dar uma prenda.
Um beijinho cheio de amor e paz para ti.

2:44 da tarde, dezembro 12, 2005   Edit
Blogger mc said...

De facto, não é possivel passar indiferente àquilo em que o Natal se transformou.
Mas porque continuo a acreditar no dar e receber todo o ano: um bjo para vcs! da mc.

3:24 da tarde, dezembro 12, 2005   Edit
Blogger Grilinha said...

Eu tb detesto esta época de consumo desenfreado e sem nexo. Tenho saudades do Natal da familia (tios, primos, avós) todos á volta da lareira a fritar as filhoses e a cantar canticos de Natal. As prendas estavam na casa de cada um para encontrar na manhã de 25 em cima da chaminé. O Natal está mais pobre para mim (a falta dos meus pais é uma ausência muito forte) mas a chegada da minha filha vai animar-me a noite de 24. Que o menino Jesus te traga muito AMOR e que 2006 venha cheio de coisas boas.

4:07 da tarde, dezembro 12, 2005   Edit
Anonymous Imbuído said...

DECLARAÇÃO:
A ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE CENTROS COMERCIAIS EM CONJUNTO COM O MOVIMENTO PRÓ-ORDEM DAS LOJAS DO CHINÊS VEM EXPRESSAMENTE REPUDIAR AS AFIRMAÇÕES DO SENHOR AZENHAS DECLARANDO-O PERSONA NON GRATA E VEDANDO-LHE O ACESSO ÀS INSTALAÇÕES E PERMISSAS COMERCIAIS DOS SUBSCRITORES E SEUS ASSOCIADOS.
LISBOA, AOS TANTOS DO TANTOS DE DOIS MIL E TAL,
(ILEGÍVEL)

6:09 da tarde, dezembro 12, 2005   Edit
Blogger Mocho Falante said...

Ora então aqui vai um abraço e forma de BOAS FESTAS PARA TI!

7:32 da tarde, dezembro 12, 2005   Edit
Anonymous paulo fogg said...

Feliz Natal!

7:59 da tarde, dezembro 12, 2005   Edit
Blogger Shakyblond said...

Ó azenhazinha da minha alma, aqui vai uma piquinina crítica:
É claro q ninguém em seu perfeito juízo gosta deste Natal.
Mas tb é verdade q não é preciso pactuar com este Natal.
1º Não se dão presentes, por obrigação. Simplesmente não se dão.
2º Nada impede q vamos comprando os presentes ao longo do ano, qdo vemos uma coisa e dizemos" isto tem a cara do..."Compra-se e guarda-se.Assim, pode-se chegar ao princípio de Dezembro, e ter tudo comprado.
Depois essa coisa de q o Natal é das crianças, irrita-me. Porquê das crianças só? Não me consta q Jesus tenha feito esse decreto. Eu adoro o Natal, adoro dar presentes às pessoas de quem gosto, escolhidos de propósito para elas, sabendo q elas tb vão gostar de os receber.Adoro os embrulhos bonitos, a luta para os abrir sem rasgar o papel, mas isso é mania minha, pq tb é porreiro rasgar o papel e ver o q está lá dentro.
Mas, sendo assim, se calhar vou deitar fora o presente q lhe comprei, e pôr-me na fila, para ganhar os beijos e abraços q parece q você vai distribuir. Temos q aproveitar, certo?
A fila é à porta, ou debaixo da sua janela? E a S. está de acordo, ou vai deitar-nos um balde de àgua fria, na cabeça?
Beijinhos

9:16 da tarde, dezembro 12, 2005   Edit
Blogger trintapermanente said...

Ai, que palavra tão negativa. que tens no titulo. Sabes, nós fazemos das coisas aquilo que queremos que elas sejam. Sê autentico, não faças nada por obrigação. E faz apenas o que te da prazer. A unica diferença do Natal para outras alturas do ano são os efeitos cá em casa :) Vou estar com quem gosto e estou o ano inteiro. Dou prendinhas como dou o ano inteiro, E beijinhos tambem tenho sempre para dar e vender, SEMPRE. Por isso faço deste natal uma noite de amor e convivio, mais uma entre tantas outras.

9:55 da tarde, dezembro 12, 2005   Edit
Anonymous Anónimo said...

Elas têm a culpa nas prendas, nas bolas de natal, como a materializar o amor com laçinhos. Sê macho forreta, distribui abraços, olhares e talvez arrotos. Entrega um cartão justificativo.

11:10 da tarde, dezembro 12, 2005   Edit
Blogger Elvira said...

A época de Natal está cada vez mais irritante... :-(

8:11 da manhã, dezembro 13, 2005   Edit
Blogger Isabel-F. said...

podiam e deviam ser...dar e receber..abraços...beijinhos...carinho...amor...

tb eu odeio este Natal comercial...

Bjs

11:43 da manhã, dezembro 13, 2005   Edit
Blogger Antonio Branco said...

Também estou farto do Natal... deste e dos próximos... Nós, os que estamos fartos do Natal deviamos fazer um "antinatal" em que seria obrigatório não dar matéria e obrigatório o ajuntamento da família e amigos... Um abraço.

11:51 da manhã, dezembro 13, 2005   Edit
Anonymous O Bicho said...

Se eu conseguisse gostar da Madeira, ia lá fazer as compras. Pelo menos não há lojas de chinesices.

1:36 da tarde, dezembro 13, 2005   Edit
Blogger luisa lourenço said...

Neste pequeno texto conseguiste dizer tudo o que eu penso sobre esta época e tudo o que eu gostava que fosse... Eu queria um Natal em família, de conversa, de risos e de brincadeiras com os nossos putos... E, claro, alguns brinquedos, mas alguns apenas, para que eles pudessem gozá-los devidamente! Mas, é difícil alterar esta fome consumista que nos consome e retira todo o sentido que o Natal deveria ter.
Olha, desejo-te um Bom Natal, apesar de tudo e Boa Sorte!

3:20 da tarde, dezembro 13, 2005   Edit
Anonymous federico said...

a mi tambien me gustaria que declararan persona non grata de las lonjas y centros comerciales a mi mujer
Feliz Navidada a todos los amantes de Azenhas

3:41 da tarde, dezembro 13, 2005   Edit
Anonymous Berget said...

o assunto é antigo...
mas é verdade!
gosto das azenhas!
e tens razão...

8:19 da tarde, dezembro 15, 2005   Edit
Anonymous Zeak said...

Adorei os (Olhares calorosos?).
E vai daí zazzzzzzzzz, clonada até que o natal seja, como tu desejares.

11:10 da manhã, dezembro 16, 2005   Edit
Blogger CPiteira said...

TAMBÉM EU!!! POSSO GRITAR CTG?? tens taaaaanta razão... q até faz confusão...

1:53 da manhã, dezembro 22, 2005   Edit
Blogger BB (O.ö) said...

Brilhante esse teu ponto de vista..

Acho que no fundo todos nos perguntamos o porquê disto tudo.. o certo é qu enão sabemos viver de outra forma.. entramos no sistema que nos absorve e nos sufoca, tanto neste assunto como em outros..

Espero que tenhas tido um feliz Natal.. Cheio de Abraços, Sorrisos, Beijos, Amizade e Amor...

4:46 da tarde, janeiro 03, 2006   Edit

Enviar um comentário

<< Home