terça-feira, janeiro 10, 2006

O Meu Filho e Eu

Que cena tão fixe!

"Foi exactamente o que me respondeu
-que cena tão fixe!
quando lhe disse que depois a avó o ia buscar e ele ia lá para casa e dormia lá. Fiquei meia aparvalhada e, ainda a rir e ele já a dizer-me que tinha curtido bué brincar com os bichos de manhã antes de sair de casa. Na véspera um belo de um fónix (seguido de ameaça de pimenta na língua a tentar não rir).
Não me lembro de alguma vez ter dito alguma destas coisas, acho que nunca as disse na vida!
É a escola, fónix!"

Diário de vida de O Meu Filho e Eu, que leio com ternura.

Da minha janela, aquele abraço Cat.

4 Comments:

Blogger Pata said...

Eles surpreendem-nos a cada dia.
cá voltarei

2:52 da tarde, janeiro 10, 2006   Edit
Blogger As Musas said...

Os filhos ultrapassam-nos nas expressões... mas são o máximo.
Giro, esse blog, não conhecia.

2:52 da tarde, janeiro 10, 2006   Edit
Blogger Mocho Falante said...

São fantásticas as expressões que hoje ouvimos dos mais novos, tão fantástcias como aquelas que nós diziamos nas suas idades e que espantavam os mais velhos.

Abraços

já tinha saudades de aqui vir

10:21 da manhã, janeiro 11, 2006   Edit
Anonymous cristina said...

Olà Pedro, desculpe mas tenho um problema com o teu blog?
nao sei que se passa?
Bâo noite et grande abraço

8:57 da tarde, janeiro 12, 2006   Edit

Enviar um comentário

<< Home