sexta-feira, abril 07, 2006

O Andar ...

"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
mas não esqueço que a minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e tornar-se autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis
no recôndito da alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre
da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não".
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo... "

Fernando Pessoa

Voltei.
Com um andar novo, é certo, mas voltei.
Umas graminhas mais magro também.
Parece-me que o bife que me tiraram do pé me tornou mais elegante, mas só na próxima passagem de modelos em muletas terei a certeza.

Da minha janela, um bom fim de semana!

15 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Caro Azenhas, belo texto.
Sobre o Fernando Pessoa, sugiro-lhe uma visita ao meu Sete Cores, pois publiquei um poema seu, acompanhado de um painél do Mestre Lima de Freitas e uma sugestão de leitura, que será eventualmente do seu agrado.

De Almada para as Azenhas, onde vivi - há uns anos valentes - durante uns meses (aproveito para lhe contar) numa casa alugada, com os meus pais, mesmo junto à descida para a pequena praia da povoação.

Rui Vasco
http://setecores.blogspot.com

1:56 da tarde, abril 07, 2006   Edit
Blogger lilla mig said...

Para ti também, e as melhoras! :)

2:55 da tarde, abril 07, 2006   Edit
Blogger folhasdemim said...

Ora bolas! E eu que pensava que era este ano que nos íamos ver lá nas azenhas, em cima das rochas de balde cheio na mão :(

Beijokas de melhoras :)
Betty

6:05 da tarde, abril 07, 2006   Edit
Anonymous elisabete said...

Benvindo de regresso a esta base! :o)

Eu vou desert... ar uns dias, e andarei por todo o lado, olhando tudo e todos com olhos ainda mais de ver, por mim mesma, mas tb com todos os amigos no espírito. Tu incluído, claro. :o)

Bjs A(zul)Mar

6:31 da tarde, abril 07, 2006   Edit
Blogger Gurua said...

Achei graça a tua ligação com as Pedras.
Alguem, que também anda com pedras nos bolsos me tinha dito que as pedras pertencem ao mundo esotérico.
Por curiosidade aqui fica um link
http://www.artgoldjoias.com.br/curiosidades/poder_pedras.htm

Porque o saber não ocupa lugar :)

8:17 da tarde, abril 07, 2006   Edit
Blogger Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras said...

eheheh Isso é que foi uma boa noticia. Tudo correu bem e o teu espírito está lá no alto. Fiquei feliz.
Obrigada P.
Um beijinho

11:36 da tarde, abril 08, 2006   Edit
Blogger escorpiaotenhoso said...

Desejos de boa disposição, recuperação rápida e novas andanças...

ET

2:51 da manhã, abril 09, 2006   Edit
Blogger Desconhecida said...

Tudo vai correr pelo melhor, até lá só podes andar...lol.

Beijos e as melhoras

12:58 da tarde, abril 09, 2006   Edit
Blogger As Musas said...

Ó amiguito, só agora vim ao teu blog e vi que foste à "faca".
Espero que estejas melhor e que tudo tenha corrido bem.
Joquinhas

5:17 da tarde, abril 09, 2006   Edit
Blogger Paulo Nabais said...

A vida tens altos e baixos. É nos altos que vemos o horizonte, mas é nos baixos que aprendemos qual o caminho. Um abraço.

7:55 da tarde, abril 09, 2006   Edit
Anonymous Perna de Pau said...

E eu a pensar que O Andar era Ser Feliz.
Construir um castelo à beira-mar é sem dúvida uma boa defesa, mesmo sem muletas.

Cumprimentos

11:38 da tarde, abril 09, 2006   Edit
Blogger Luisa said...

Desejo uma rápidas melhoras e que brevemente possas correr sobre as rochas!

12:01 da manhã, abril 10, 2006   Edit
Blogger Shakyblond said...

Há um tempo, q para mim foi longo,q n comento nada neste blog de que gosto mto. Nem por isso tenho deixado de o ler.
Mas tenho estado mto zangada com o Azenhas, e comigo, por gostar dele. Estou a começar a fazer as pazes, mas o caminho tem sido longo. Tão longo como o q vai de um mergulho no Tejo, daí a uma UTI e daí a Nova Iorque.
Este belo mas insustentável texto, como a beleza do ser, obrigou-me a voltar aos comentários.
Tudo se resume à célebre frase do filósofo grego q afirmava q " todo o ser nasce para ser eminentemente feliz".
Mas o q é isso de Felicidade? Donde vem? Como se manifesta? Livros e mais livros debruçam-se sôbre este tema.Há discussões, belas frases como as do texto, e aquela tão batida, de que a felicidade não existe, mas sim, momentos de felicidade...
É q a felicidade é pior q uma equação trabalhosa, pior q uma alquimia complicada, e não existe receita para a fabricar.
Ela nasce, de repente. Desenvolve-se como uma frágil flor de silêncio. Tem o sabor quente e salgado das lágrimas felizes q vacilam na extremidade das pestanas. Espreguiça-se no silêncio da alma.
É ténue.
É frágil. Mais frágil q o mais frágil cristal, mas tb é forte. Mais forte q qq cimento armado, pq nos mantém, sem medo e sem peso, na eterna e fugidia passagem do tempo.
Coloca-nos, na cumplicidade da noite, estrela entre estrelas.
A felicidade é como as bolas de sabão, rosadas e transparentes, mas como todos sabemos, como elss, tem o seu tempo de vida.
No meio disto tudo, se calhar o melhor é fazer como diz o Dalai Lama, " Não faças planos na vida, para não estragares os planos que a vida fez para ti".

PS: Ainda bem q correu tudo bem, e parafraseando a minha querida Frida Kahlo ( não perca a exposição no CCB), q alguém tb já aqui citou:
"Não preciso de pernas pq tenho a alma para voar".
Melhoras

7:27 da manhã, abril 10, 2006   Edit
Anonymous Anónimo said...

Se eu usasse chapéu e mesmo sendo uma mulher, eu...tirá-lo-ía á sua passagem...

9:38 da tarde, abril 16, 2006   Edit
Anonymous Ana Karenina said...

Desconhecia que esteve, ou está com um problema de saúde.Desejo-lhe uma rápida recuperação que é com toda a certeza o que irá acontecer.

Um abraço.

9:42 da tarde, abril 16, 2006   Edit

Enviar um comentário

<< Home